367. Não levante a voz, melhore os argumentos!