308. “Muito obrigado”: uma obrigação?