287. Desistir ou existir: eis a questão!