250. Será que um “Amalek” pode fazer parte do nosso povo?